16 de out de 2008

O amor e relevante

Às vezes bate uma revolta tão grande de mim mesma, chego a pensar que seja praga, que devo ter cometido um pecado muito grande no meu passado, nada que eu faço da certo, tudo sempre acaba mal, e quando percebo que não posso mais já e tarde, já me machuquei, já chorei, já sofri, sofrimento esse que nunca passa, sempre volta com mais intensidade me fazendo deixar de acreditar no “Amor” amor esse que cada dia tenho mais certeza que não “EXISTE”.A gente começa e não consegue mais parar, se apaixona, se envolve , faz promessas, entra de cabeça ou tenta ficar se protegendo. Faz um tremendo investimento emocional, muda de planos, reorganiza toda a vida em função da busca “Amor da sua vida” (que é óbvio que não existe).É a Síndrome do Amor Eterno.
Por isso deixo de lado tudo que me faz mal, tudo que posso me fazer sofrer...
Não quero mais sofrer, não por você... não agora, não hoje...

Talvez a vida seja mesmo feita de espaços vazios, à espera de algo que os preencha. Como saber? Vivendo, talvez.





Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados

Voandoateoseucoracao.blogspot.com

Aline Lopez.

0 Pensamentos que são seus: